Make your own free website on Tripod.com
            

            
OS GENIAIS VEREADORES CARIOCAS


E tudo graças aos esforços dos Vereadores do Rio. Genialidade.  É assim que se pode classificar a lei que eles aprovaram. Saem os guardadores de carro da empresa Municipal  Sete Rios  (cerca de 1.200), funcionários devidamente empregados e entram os “flanelinhas”. Pronto. Só isso. Com uma penada acabaram com o desemprego na cidade. Vocês vão entender.

Veja que abertura: o  “candidato” pode ter título de doutor, pode não ter nem o jardim de infância, não tem idade mínima e nem máxima, não é exigido horário a ser cumprido, não tem chefe nem precisa dar satisfações a ninguém (muito menos ao cliente), pode ter outro emprego, pode ter os melhores ou piores antecedentes criminais, pode ser chefe de família ou de gangue, pode ser consumidor ou traficante, pode ter só nome ou só apelido ou nem um nem outro. Não é uma das melhores “autonomia” do mundo?

Nem uniforme tem. O único item que é obrigatório é uma flanela pendurada no ombro. Isto é imprescindível. Não existe problema de cor, serve qualquer uma e nem precisa ser flanela mesmo, pode ser qualquer pedaço de pano. Você pega o pano que puder, e se o caso for muito sério tire a sua camisa ou pegue a de alguém e pendure no ombro!

Nossos maravilhosos Vereadores abriram geral. Qualquer um pode ir para a esquina – de preferência aquela mais movimentada – colocar sua flanela e começar a cobrar. Pronto! Só isso. Poderia ser melhor? Acabou-se o desemprego no Rio. Eu estou mais que contente.  Moro perto da praia e amanhã mesmo vou começar a estudar aonde vou trabalhar nos fins de semanas para fazer uns trocados.

Não se exige capital, nem se paga taxa ou qualquer imposto. O ganho é livre. Você é que faz seu preço. Sei que isto requer um profundo conhecimento de psicologia, mas com o tempo vou aprender a reconhecer o tipo de freguês e até quanto ele estará disposto a pagar. Estou até pensando em fazer uns cartões de visita mostrando minhas qualidades. Colocaria em letras garrafais:

VR – a Flanelinha que promete não tirar nenhum equipamento, 
 nem amassar o seu carro
. AH! E NEM ASSALTAR  O  CLIENTE.

Mas tudo tem seu preço. Os clientes terão que acostumar-se que o preço não é mais 1 real. Aliás estou num dilema sem saber quanto ou como vou cobrar.  Acho que devo começar assim: para a primeira hora, vamos dizer, uns  US$ 10,00 e a cada meia hora mais US$ 5.00 (claro, tem que ser em dólar, é mais seguro contra inflação) Ou está muito barato?. Será que vou dar desconto em dia nublado? Meu Deus, como é complicado ser flanelinha. Mas já sei como resolver este problema. Amanhã mesmo irei a  Câmara Municipal e pedirei ajuda. Eles devem ter um estudo profundo sobre qualquer  assunto por eles aprovado, ainda mais com a quantidade de assessores altamente qualificados que dispõem.

Mas o que desejo, de coração é agradecer aos senhores Vereadores por esta idéia. Como é que ninguém mais pensou nisso?

Que continuem a legislar cada vez mais, que continuem a aprovar esses projetos maravilhosos que fazem de nossa cidade a única cidade grande no planeta com leis completamente diferentes para o mesmo problema. Afinal vamos ter o privilégio de nunca saber quanto se vai pagar para estacionar, se, ao estacionar, vai achar o flanelinha e o carro na volta e, melhor ainda, se você não pagar o que poderá acontecer? Muito obrigada senhores Vereadores!    
PS- eles acabaram fazendo outra lei...revogando esta...depois que a população caiu em cima deles !!!


Wallpapers Exclusivos, Grátis  Proteção de Tela Personalizada

                         
           
         Proibida a reprodução inteira ou parcial  sem autorização expressa
            Copyright © Rabiscos Viqui Rocha ® 2001 Todos os Direitos Reservado
webdesigner: viqui rocha